Editor: Henrique Magalhães
Rua Maria Elizabeth, 87/407
João Pessoa, PB. 58045-180
Brasil
Tel: (83) 8885.1211

Pedidos por transferência ou depósito bancário:
Banco do Brasil
Agência 1619-5
Conta 41626-6.

O preço das publicações já inclui a postagem como carta simples.

Envie por e-mail o número da agência onde for feito o depósito, seu pedido  e o endereço para entrega.

Contato
editora@marcadefantasia.com
www.marcadefantasia.com











Osvaldo

Osvaldo
Edgard Guimarães & Antonio Eder
Série Corisco, nº 5.
João Pessoa: Marca de Fantasia, 2006. 36p. 14x20cm. R$10,00.
ISBN 85-87018-62-0

Em 2001, a Editora Escala teve uma iniciativa admirável. Colocou na banca uma revista em formatinho bem produzida ao preço de R$ 1,00. A revista se chamava Frauzio, de autoria de Marcatti. Apesar de não ser uma revista para todos os públicos – era desaconselhável para menores de 12 anos, embora na prática destinada a um leitor de maior faixa etária –, foi uma das melhores idéias já colocadas em prática por editoras profissionais nos últimos tempos. Uma quantidade razoável de páginas de qualidade gráfica muito boa a um preço quase simbólico. A revista de Frauzio durou 6 números, o que foi uma pena, pois merecia ter continuidade. Mas originou outra iniciativa, chamada Escala Graphic Talents.

Esta nova revista, nos moldes de Frauzio , mas com o preço já em R$ 1,50, tinha como objetivo publicar em cada número um personagem diferente para testar o público. Se as vendas fossem boas, o personagem ganharia revista própria. A coleção durou 16 números e os títulos publicados foram: Mico Legal de Sérgio Morettini, Betty Grupy de Maxx, Tristão de Amauri Ploteixa e Estevão Ribeiro, Talebang de Bier, Grump de Orlandeli, Gamenon de Arthur Garcia e Silvio Spotti, Dálgor de Dario Chaves e Chicuta, A Turma do Barnabé de Franco e Vanderfel, Zé Louquinho & Urubunaldo de Wilson Gandolpho, Zuzna de Alexandra Teixeira e Henrique Magalhães, Leleco de Antonio Lima, Velta de Emir Ribeiro, Galo Costa de Raí, Carcereiros de Nestablo Ramos Neto e Eduardo Miranda, Os Pleistocênicos de Dadí, Lobo Guará de Carlos Henry e Elton Brunetti. De todas, somente Mico Legal teve revista própria com 3 números.

É claro que me interessei pelo projeto, mas havia um empecilho de cara. O autor teria que fazer toda a produção e entregar a revista pronta num CD ou arquivo digital. Cabe um parênteses, isso inibiu muita gente que produz coisas muito boas, mas não domina as ferramentas computacionais. No meu caso, propus ao Antonio Eder uma idéia, ele aceitou e fizemos da seguinte forma: eu criei a série e dei indicação de como seriam os personagens, ele fez toda a arte e produção gráfica. Escrevi o roteiro para uma HQ de 24 páginas dividido em capítulos de 4 páginas. A revista teria ainda um texto sobre os personagens antropomórficos dos quadrinhos, desde a origem nas fábulas até os expoentes do começo do século XX. O personagem mais famoso do gênero certamente é o camundongo Mickey de Walt Disney, inicialmente chamado Mortimer, e que substituiu um coelho graficamente muito parecido chamado Oswald, cujos direitos Disney perdeu para seu distribuidor. Como uma referência, decidi chamar o novo personagem, um coelho, de Osvaldo.

A referência terminou no nome. O coelho que imaginei era uma ex-cobaia evadida de um laboratório e que vivia aventuras pelo mundo. A característica do personagem é que durante o tempo que viveu no laboratório, entre os cientistas, aprendeu muito sobre ciência. O enfoque das histórias seria tratar de temas científicos como biologia, física, química, entre outros, sempre no contexto da aventura. Osvaldo usaria seus conhecimentos em sua vida, para escapar aos perigos, para ajudar os mais fracos, mas sempre com um espírito debochado, pois esta é outra tradição brasileira, desde os causos de Pedro Malazartes e as fábulas do jaboti, passando por Macunaíma, até Didi Mocó e Bronco Dinossauro.

Antonio Eder produziu o primeiro número e o editor Dario Chaves aprovou, mas a coleção parou no número 16. Agora este trabalho pode vir ao público graças à iniciativa da Editora Marca de Fantasia. Espero que apreciem a leitura.

Edgard Guimarães

   Mais revistas da série Corisco pela Marca de Fantasia
Katita: o preconceito é um dragão
Anita Prado & Ronaldo Mendes
2010. 32p. 14x20cm.
Tiras sobre a homossexualidade feminina.
O cãozinho e o crocodilo
Luciano Irrthum
2ª ed. 2006. 28p. 14x20cm.
Uma viagem entre o pesadelo e a realidade.
Calvo
Edgard Guimarães & Luigi Rocco
Nº 2, 2003. 32p. 17x24cm. R$6,00.
Calvo interage com o mundo por meio de alucinações.
Kário: dívida de sangue
Jean Okada
Nº 3, 2004. 36p. 14x20cm. R$6,00.
HQ que ressalta o companheirismo e a aventura.
Elegia
Edgar Franco
Nº 4, 2005. 24p. 14x20cm. R$10,00.
HQ poética. Acompanha CD com três músicas inspiradas no tema.




 INDEX  EDITORIAL  ÁLBUNS  LIVROS  REVISTAS  CAMARADAS