Editor: Henrique Magalhães
Rua Maria Elizabeth, 87/407
João Pessoa, PB. 58045-180
Brasil
Tel: (83) 998.499.672

Pedidos por transferência ou depósito bancário:
Banco do Brasil
Agência 1619-5
Conta 41626-6.

Envie por e-mail cópia do comprovante de depósito e o endereço para entrega.

Contato
marcadefantasia@gmail.com
www.marcadefantasia.com

Janeiro de 2017

Top! Top! 27 - Maurício Pestana

Top! Top! 27 - Maurício Pestana
Editor: Henrique Magalhães
Paraíba: Marca de Fantasia, 2016. 40p. 14x20cm. Veja preço em Revistas.
ISSN 1415-8558
Baixe a edição digital: toptop-27
ISSN 2177-1391

Fanzine tem dessas coisas, toma fôlego, ganha uma legião (pequena, sei) de fãs e depois some. São muitas as razões para o sumiço de um fanzine, desde a falta de leitores até as mudanças no hábito de leitura, com o predomínio das plataformas digitais. Com o Top! Top! aconteceu tudo ao mesmo tempo. Os leitores foram sumindo até não fazer mais sentido editá-lo; por outro lado, meu trabalho editorial ganhou ritmo frenético, vide o catálogo da Marca de Fantasia.

Mas como fazer fanzine é um vício, com ou sem leitores resta o prazer de fazê-lo, que é o que sempre nos moveu. Aos poucos os órfãos do papel vão retomando o gosto pelo manuseio de um bom fanzine impresso.

Com intervalo de seis anos, o Top! Top! volta com classe dando destaque ao incrível trabalho humorístico/militante de Pestana. Vale a retomada.

Se a questão política é privilégio da charge, ao cartum cabe outro campo para a crítica, como as questões de gênero, os conflitos étnicos, raciais e sociais. Nem todo cartum tem caráter combativo, questionador, mas os que se propõem a isso enfrentam o arriscado desafio de não ceder ao senso comum, aos preconceitos e visões estabelecidas. Mais difícil ainda é fazer humor engajado, que seja capaz de confrontar não só as ideias preconcebidas quanto as contradições dos próprios movimentos sociais.

Maurício Pestana milita nesse campo minado. Essa é a definição mais apropriada para a sua arte, a militância, que tem no cartum sua arma, seu grito de guerra, sua ferramenta de luta. Quase que um Quixote em meio ao humor gráfico nacional, Pestana é negro e elege a negritude como objeto de investigação e força de expressão. Com uma obra reconhecida no país e no exterior, Pestana trabalha com precisão os conflitos que afligem uma cultura que sofre ainda hoje com a discriminação e o desprezo.

Em 2004 conheci Pestana em Teresina, no Salão de Humor do Piauí, para o qual fomos convidados. Eu para palestra e oficina de fanzines, ele para exposição de pôsteres e cartuns. Foi uma descoberta surpreendente e um encantamento por sua pessoa e obra. Aproveitei para entrevistá-lo durante o evento, mas, por vários motivos de trabalho e pessoais - o fanzine Top! Top! para o qual fora concebida, deixou de circular há anos -, só agora tem sua transcrição concluída. Apesar da defasagem de tempo, as informações e o pensamento de Pestana continuam fortes e atuais, merecedores de difusão e da retomada de nossa publicação. A entrevista contou com a participação especial do quadrinista Jô Oliveira.

Henrique Magalhães

   Mais Top! Top! pela Marca de Fantasia
Top! Top! 22
Klévisson Viana
Entrevista com Klévisson Viana. Artigo sobre o trabalho premiado de Anita Prado.
Top! Top! 23
Edgar Vasques
Entrevista com Edgar Vasques. Textos de Matheus Moura e Nobu Shinen.
Top! Top! 24
Marcio Baraldi
Entrevista com Marcio Baraldi. Cartuns e HQ de Más, Baraldi e Edgard Guimarães.
Top! Top! 25
Edgar Franco
Entrevista com Edgar Franco, quadrinhos de Edgar Franco, cartum resenhas e cartas.
Top! Top! 26
Edgard Guimarães
Entrevista com Edgard Guimarães, mais quadrinhos, cartum, artigo e resenhas.