Editor: Henrique Magalhães
Rua Maria Elizabeth, 87/407
João Pessoa, PB. 58045-180
Brasil
Tel: (83) 8885.1211

Pedidos por transferência ou depósito bancário:
Banco do Brasil
Agência 1619-5
Conta 41626-6.

O preço das publicações já inclui a postagem como carta simples.

Envie por e-mail o número da agência onde for feito o depósito, seu pedido  e o endereço para entrega.

Contato
editora@marcadefantasia.com
www.marcadefantasia.com

 

 

Temas sobre a instrução no Brasil Imperial (1822-1889)
Volume II
Temas sobre a instrução no Brasil Imperial (1822-1889) - Volume II
Jean Carlo de Carvalho Costa, Mauricéia Ananias, Rose Mary de Souza Araújo (orgs.)
Série Socialidades, 1.
João Pessoa: Marca de Fantasia: 2014. 437p. Ebook em pdf, gratuito.
ISBN 978-85-67732-07-7
Baixe aqui <temas-instrucao>

Em 2008 foi entregue aos leitores interessados em história da educação brasileira a coletânea Temas Sobre a Instrução no Brasil Imperial (1822-1889) organizada pelos professores Antonio Carlos Ferreira Pinheiro e Cristiano Ferronato. Nela foram reunidos resultados de pesquisas de professores e alunos da graduação e da pós-graduação em Educação e em História da Universidade Federal da Paraíba. A ideia norteadora foi a de promover o debate de questões acerca da história da educação no período imperial da história do Brasil visualizado a partir da própria produção do então Grupo de Pesquisa em História da Educação na Parahyba Imperial, hoje, denominado, Grupo de Pesquisa História da Educação no Nordeste Oitocentista- GHENO.

Perseguindo o mesmo objetivo, o GHENO assumiu o desafio de selecionar novos textos sobre a história da educação no Brasil imperial e entregar à comunidade acadêmica e ao público em geral o segundo volume da coletânea: Temas Sobre a Instrução no Brasil Imperial (1822-1889). Volume II, organizado, por escolha do Grupo, pelos professores Jean Carlo de Carvalho Costa, Mauricéia Ananias e Rose Mary de Souza Araújo.

Assim, com muita satisfação, disponibilizamos, para apreciação, mais um projeto coletivo. De modo geral, neste segundo volume estão reunidos 12 artigos que tratam de experiências em termos de educação e instrução que foram desenvolvidas na complexa malha imperial brasileira fomentando debates com pesquisadores de outros estados também interessados na relação entre a instrução, escolarização e a formação dos estados nacionais. Apresentamos estudos realizados por pesquisadores de algumas instituições universitárias brasileiras, representando vários estados da Federação.

O segundo volume da coletânea está organizado em três partes. A primeira parte, Estado e Pensamento Político e Educacional instiga ao debate acerca do papel do Estado em face à instrução e do pensamento político e educacional de intelectuais. A segunda parte intitulada Instituições Escolares e Instrução Pública aborda questões relativas à organização e características das instituições escolares e da instrução pública efetivadas na Província da Paraíba sob a ingerência do Estado imperial. A terceira e última parte da coletânea, denominada Práticas Educativas e Instrução dos Sujeitos busca visualizar as questões relativas às experiências e modelos de educação e de instrução da população no Brasil Imperial.

É assim que oferecemos ao debate sobre história da educação mais um livro que entrelaça elementos e questões que se aproximam do quadro geral da educação e instrução no Estado imperial do século XIX. Acreditamos ser mais uma contribuição para socializar resultados de pesquisas e provocar novos estudos no sentido de preencher lacunas e vazios no campo da história da educação brasileira no oitocentos.

Extrato da apresentação de Jean Carlo de Carvalho Costa, Mauricéia Ananias e Rose Mary de Souza Araújo

  Mais livros de Ciências Humanas pela Marca de Fantasia
Afrodite no ciberespaço: a era das convegências
Cláudio Paiva, Marina Magalhães e Allysson Viana (orgs.)
2010. 232p.
Artigos acadêmicos sobre Comunicação e Cibercultura.
Práticas discursivas contemporâneas: corpo, memória e subjetividade
JJ. Domingos e outros.
2011. 138p.
Artigos com base na Análise do Discurso sobre vários aspectos culturais.
Jornalistas no cotidiano das redes digitais
Marina Magalhães
2013, 169p.
A interação dos jornalistas de cultura por intermédio das redes digitais.
O CAC faz você dançar: uma etnocartografia das performances masculinas no bairro do Rangel em João Pessoa-PB
Adriano de León
2014, 191p.
Pesquisa etnográfica sobre o lazer na periferia da cidade.
Linguagem e discurso na constituição do sujeito
J.J. Domingos
2014, 92p.
Reflexões sobre a problemática do sujeito em sua relação com o discurso e a linguagem.
 INDEX  EDITORIAL  ÁLBUNS  LIVROS  REVISTAS  CAMARADAS