Editor: Henrique Magalhães
Rua Maria Elizabeth, 87/407
João Pessoa, PB. 58045-180
Brasil
Tel: (83) 8885.1211

Pedidos por transferência ou depósito bancário:
Banco do Brasil
Agência 1619-5
Conta 41626-6.

O preço das publicações já inclui a postagem como carta simples.

Envie por e-mail o número da agência onde for feito o depósito, seu pedido  e o endereço para entrega.

Contato
editora@marcadefantasia.com
www.marcadefantasia.com











O relatório Ota do sexo

O relatório Ota do sexo
Otacílio d'Assunção Barros (Ota)
Barba Negra, 2010. 128p. 12x16cm. R$15,00.

Otacílio d’Assunção Barros, o conhecido cartunista Ota, foi por mais de três décadas o editor da versão brasileira da revista MAD, que marcou época no humor e influenciou inúmeros cartunistas do país. Foi na MAD que Ota publicou em capítulos seus impagáveis relatórios temáticos, sendo os que tratam de sexo dos mais memoráveis. Em 2010 a editora Barba Negra ofereceu um verdadeiro presente aos leitores ao publicar O relatório Ota do sexo, que traz a coletânea de suas bem humoradas reflexões eróticas.

Neste livro de bolso em cores e com edição caprichada, o leitor vai aprender tudo o que a humanidade viveu desde a primeira polêmica no Jardim do Éden até o Barraco de Sorocaba, como indica o comunicado distribuído à imprensa. O livro tem formato de 12x16cm, 128 páginas e está disponível para venda no sítio da Marca de Fantasia, bem como diretamente ao autor, pelo site <www.ota.com.br>.

O relatório Ota do sexo começou a ser publicado na retomada da revista Careta, no início da década de 1980, mas foi em 1987 que o autor desenvolveu a série de relatórios, que foram publicados na revista MAD. Com traço marcante e humor escrachado, o trabalho de Ota como cartunista foi tão apreciado que desdobrou-se em vários temas, caindo no gosto dos leitores.

O que se constata nessa edição é que o trabalho de Ota continua muito atual, abordando com perspicácia os meandros das relações sexuais com um humor presente tanto nos desenhos cartunísticos quanto nos textos, que muitas vezes são até melhores que o humor gráfico. Outro ponto positivo do livro é o posfácio detalhado do feito pelo próprio autor, que relata como foram criados os relatórios desde sua primeira versão, anterior à MAD. Sem dúvida, esse é um documento muito interessante para os estudiosos do humor nacional.

Ota nasceu no Rio de Janeiro, em 1954. Além de cartunista e editor, criou seu próprio canal de vídeos, o Otatube <www.ota.com.br/otatube>, onde posta animações produzidas por ele mesmo e convidados. Em 1994 foi contemplado com o Troféu HQMix pelo lançamento de sua Revista do Ota.

H. Magalhães


O lendário editor da MAD e seus cartuns

   Mais quadrinhos pela Marca de Fantasia
Ber the bear
Rafael Lopes
2010. 60p. 14x20cm.
O universo homossexual dos "ursos" tratado com ironia.
Macambira e sua gente
H.
Magalhães
2008, 60p, 14x20cm.
A homossexualidade vista pelo viés do humor.
Katita: tiras sem preconceito
Anita Costa Prado & Ronaldo Mendes
2ª ed. 2009. 60p. 14x20cm.

Homossexualidade feminina em tiras.
Edição digital gratuita, sob demanda.
Quando tem que ser
Killoffer
2010. 72p. 14x20cm.
Quadrinhos autobiográficos.
O Baú do Irrthum
Luciano Irrthum
2012. 68p. 14x20cm.
Quadrinhos fantásticos e bizarros.




 INDEX  EDITORIAL  ÁLBUNS  LIVROS  REVISTAS  CAMARADAS