Editor: Henrique Magalhães
Rua Maria Elizabeth, 87/407
João Pessoa, PB. 58045-180
Brasil
Tel: (83) 8885.1211

Pedidos por transferência ou depósito bancário:
Banco do Brasil
Agência 1619-5
Conta 41626-6.

O preço das publicações já inclui a postagem como carta simples.

Envie por e-mail o número da agência onde for feito o depósito, seu pedido  e o endereço para entrega.

Contato
editora@marcadefantasia.com
www.marcadefantasia.com











Vidas solitárias

Vidas solitárias
Marcelo Marat & Emanuel Thomaz
João Pessoa: Marca de Fantasia, 2005. 56p. 14x20cm. R$10,00.
ISBN 85-87018-48-5

Um fato extraordinário nos quadrinhos brasileiros é a reunião de três excelentes autores em torno de um projeto comum, o lançamento de um livro adaptando uma série de contos para as histórias em quadrinhos. Os contos de José Salles foram transcritos para a linguagem visual por Emanuel Thomaz, que fez os desenhos e Marcelo Marat, que elaborou os roteiros. Motivo de prestígio para a editora Marca de Fantasia, os três autores têm um trabalho valoroso e reconhecido no meio independente, tendo publicado alguns livros e fanzines que se destacaram no meio.

O ponto a se ressaltar nesta obra é o universo denso dos desejos obscuros, das tensões sociais e culturais, do submundo que envolve as personagens. O traço de Emanuel Thomaz reforça o aspecto marginal típico dos quadrinhos underground, tão caro das tramas imaginadas por José Salles. Marcelo Marat nos mostra o capricho de sua narrativa, desenvolvendo um trabalho de adaptação que exige mais que o cuidado com a obra original, mas o domínio da tessitura de uma outra linguagem. 

Marcelo Marat tem desenvolvido um excelente trabalho de pesquisa e experimentação com roteiros para histórias em quadrinhos. O campo principal de seu exercício foi o fanzine O Inquilino, onde pode dar vazão a sua expressiva produção. Reunindo seus melhores roteiros aos desenhos de Emanuel Thomaz, saiu pela Marca de Fantasia, em 2003 o álbum O Inquilino, uma bela obra indispensável aos apreciadores dos bons quadrinhos. Marcelo Marat expôs seu conhecimento sobre roteiro no que seria o primeiro livro do gênero publicado no país, A palavra em ação: a arte de escrever roteiros para histórias em quadrinhos, também lançado pela Marca de Fantasia, em 2004.

O traço de Emanuel Thomaz apresenta um vigor pouco comum nos quadrinhos brasileiros. Seu desenho nervoso traz um realismo por vezes angustiante, próprio do estado caótico de nossos centros urbanos, que são o ambiente preferencial de sua narrativa. Esta característica dramática casa à perfeição com o clima denso dos contos de José Salles, que retratam o submundo dos desejos e afetividade humanos.

José Salles, além de escritor, é um profícuo editor de fanzines que versam sobre cinema e histórias em quadrinhos. Sua literatura adentra o pantanoso campo da marginalidade e da violência, tão comuns à hipocrisia social e aos recalques humanos. Contudo, vê-se nas entrelinhas de sua obra um ponto de convergência, que é um enorme apelo ao transbordamento de todas as paixões.

Os três autores se encontram em Vidas solitárias, numa visão complementar de um universo ficcional pleno de emoção.

H. Magalhães

   Mais álbuns de cartuns e quadrinhos pela Marca de Fantasia
Más humor
Sergio Más.
2004. 52p. 14x20cm.

O humor de um dos mais expressivos cartunistas argentinos.
Riscos no tempo
José Audaci Junior.
2006. 80p. 14x20cm.

Reportagem em quadrinhos sobre a HQ paraibana.
O humor gráfico de Luzardo Alves  
Luzardo Alves
2ª ed. 2003. 52p. 14x20cm.
Cartuns e HQ publicados em O Cruzeiro e jornais paraibanos.
Happy Slap!: crônicas anacrônicas de Maxx Figueiredo
Maxx Figueiredo
2008. 84p. 14x20cm.
Quadrinhos críticos e experimentais.
The paraibanos de subúrbio
Laerçon Santos
2004. 52p. 14x20cm.
Irreverência, maus modos e um bom humor impagável.





 INDEX  EDITORIAL  ÁLBUNS  LIVROS  REVISTAS  CAMARADAS